MTV ontem, CBN hoje

MaracatuAtomico2

“Maracatu atômico”, de Chico Science & Nação Zumbi, foi o último clipe exibido pela MTV.

Ontem acabou a MTV Brasil, hoje a CBN faz programação especial de aniversário; como esses meios de comunicação em especial afetaram as pessoas?
Em 1990, quando surgiu a MTV no canal 32 de UHF em São Paulo, só os universitários que mantinham uma república no meu prédio sabiam o que era o canal. Com eles pude ver a programação baseada em videoclipes de música popular.
[Kid Vinil relata, na programação de despedida da MTV, que recai sobre a alegria da chegada da emissora a sombra do monopólio do videoclipe firmado pela MTV com a indústria fonográfica. Seu Som Pop, que era uma das raras opções antes da MTV, seria uma das versões influentes do mundo musical prejudicadas com o tal monopólio. Sua apresentação de programas temáticos, como o dedicado ao tecnopop, de que me lembro como um exemplar destacado, fizeram parte da história da música no Brasil.]

No ano seguinte (ano de surgimento da CBN), amigos de escola diziam ligar diariamente para votar nos “dez mais” do Disk MTV. Eu logo me afastaria daquela programação musical “pop”, preferindo o acesso ao rock and roll propiciado por Gás Total, no meio da tarde. Quebrando baquetas numa almofada, eu acompanhava com gosto Ministry, Viper, o que aparecesse de pesado.  Fosse como fosse, os meninos da minha geração já éramos versados em “narrativa de videoclipe”.
Como na maioria de quem virou o século ouvindo música, pude afastar-me da TV desde adolescente, perseguindo meus gostos musicais particulares primeiro na rica base musical do Shopping Center Grandes Galerias, no centro de minha cidade, depois tendo a Internet como fonte ampla de música e vídeos.
Eu não era o único a deixar a MTV, que perdeu centralidade na cultura musical e, nos últimos anos, destacou-se mais pela produção cômica do que qualquer outra.

Enquanto a MTV declinava, a rede CBN ampliava-se pelo Brasil. Eu não sou o único ex-consumidor de TV musical (quando havia mais TV jornalística) que migrou para o rádio de notícias (quando a maioria das opções eram rádios musicais).
Na virada do século, eu comecei ouvindo CBN de manhã e à tarde, a caminho da universidade e na volta, e logo ouvia em todo horário em viagens de carro. A clareza de Sardenberg, a elegância de Maria Lydia, o engajamento de Juca Kfouri levaram este jovem professor de Filosofia em formação a pensar em mudar de área.
Será que o sucesso da CBN, em oposição à “obsolescência” da MTV, pode significar um século em que, como para mim naquele tempo, palavras como “furo”, “informação”, “denúncia”  é que sejam música para nossos ouvidos?

Comédia não manteve viva a MTV.
[O vídeo de despedida da MTV fala da importância do canal e joga a peteca para a nova MTV, em TV paga; quando passa a meia-noite, quem pega a peteca na TV aberta é a Ideal TV, com uma programação ordinária, sem estardalhaço.]
Hoje a CBN acordou em festa, com uma programação especial de 22 anos, que tem apresentadores em horários trocados. Quando ouço pela manhã as atrações Cony, Mosé e Xexéo falando sobre as pessoas reconhecerem suas vozes, lembro-me de poder perseguir as vozes tanto de Maria Lydia quanto Sardenberg por São Paulo, antes e depois de me tornar jornalista.
À tarde, abro o vídeo de estúdio para ver Mílton Jung e Roseann Kenneddy conversarem, por telefone, com Gustavo Petró sobre a história do mercado de jogos eletrônicos. Faz sentido: atualmente, vejo mais vídeos de jogos do que de música. Apenas engrosso a multidão nesses processos de evolução dos meios de comunicação.

O canal de TV, a emissora de rádio formam a cultura brasileira. A CBN forma sua continuidade; a MTV deixa muitos recomeços.

CBNBrasilriemdeJogos
A rádio CBN transmite imagens de estúdios em São Paulo e Rio de Janeiro.
Anúncios

~ por alegorista em 2013/10/01.

2 Respostas to “MTV ontem, CBN hoje”

  1. Sempre pronto a nos levar a fazer ricas reflexões… E assim o tempo vai nos aprimorando… Desenvolver novas atividades, sempre pressupõe um tipo de abandono do que um dia valeu para vestir uma Roupa Nova e festejar o agora, não?!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: